Ocorrências policiais aumentam 250% no Tinder

Compartilhe

A segurança pública paulista em conjunto com a agência Gênero anunciou dados alarmantes com relação a violência, principalmente com relação a aos crimes ligado à violência psicológica – como difamação e ameaças — mas há casos como estupro, furto e lesão corporal.

Somente no Tinder, o aplicativo de relacionamento mais popular, o número chega em 153 casos somente em São Paulo, de um total de 338(incluíndo o Badoo, POF, Happn e Grindr), no período de 2014 a 2018.

• Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o É Só Comprar

• Veja também ofertas exclusivas da loja É Só Comprar

Na maioria dos casos, as vítimas são mulheres, exceto no Grindr, aplicativo popular entre homens gays, neste caso há registros de crimes como furto, difamação, perturbação do trabalho ou sossego alheio (ou stalking), roubo e um registro de “perigo de contágio venéreo”, ou falta de informação sobre uma IST (infecção sexualmente transmissível) antes do ato sexual, o que é considerado crime com penas que podem chegar a quatros anos de detenção.

Veja também

Como baixar filmes no celular (2019)
Como assistir futebol online, ao vivo e gratuito
Riba Share, o uber da moto chega ao Brasil e custa R$ 5,90
5 apps para ajudar a ganhar e poupar dinheiro
Smart TVs que fizeram sucesso em 2018 que você pode comprar em 2019
Como comprar barato online: 7 dicas infalíveis
App grátis avisa se passagem aérea está realmente barata; saiba como

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>